BLOG POST

internet  |  6 de Abril de 2018



dono do conteúdo

Quem é o dono dos textos, das fotos e dos vídeos postados na internet?

Você faz parte de alguma rede social? Se faz, provavelmente posta no seu perfil, quase todos os dias, pelo menos um texto, uma foto ou um vídeo. Confere? Agora volte no tempo e procure lembrar se na hora do cadastro leu com atenção os “termos de uso” da rede social. Leu? Bem, provavelmente não, pois a maioria de nós agimos assim, com pressa e acredita que não há nada de errado nas condições propostas, mas não é bem assim. Vamos a algumas informações importantes e esclarecedoras.

Direito autoral.

Qualquer coisa criada por você, texto, vídeo, projeto, entre outros, está protegida sem que seja necessário preencher qualquer formulário ou registrar em algum lugar. E se, porventura, essa sua criação vier a ser usada ou reproduzida integralmente sem os devidos créditos identificando o autor e você pode, a partir disso, comprovando a autoria, exigir os seus direitos. Mas na internet alguma coisa pode mudar.

Termos de uso.

Na internet, o direito autoral também está preservado, mas os “termos de uso” das plataformas, redes sociais, por exemplo, solicitam uma autorização para uso do conteúdo que você publica. Pode verificar na sua rede social agora mesmo. Em algum lugar está essa solicitação e você, quando clicou em “concordo”, autorizou essa rede social a usar o seu conteúdo sem maiores problemas. Mas e o tal do direito autoral? Essa autorização nos termos de uso é que abre uma brecha perigosa. Inclusive há plataformas que utilizam termos vagos justamente para que não fique explícito até onde o uso do seu conteúdo está liberado por você. Então, cuidado!

Você decide!

A grande maioria não quer ficar fora das redes sociais. Nada mais normal nestes tempos em que vivemos. E nada mais difícil, já que o universo digital nos envolveu. Então o que você pode fazer? Leia com muita atenção os “termos de uso” das redes sociais em que você já se cadastrou e também daquelas em que pretende se cadastrar. Só assim você vai estar ciente de até onde vão os seus direitos e das concessões que fez ou vai fazer para essas redes. Outra opção? Só se mantiver o seu conteúdo off-line, mas, como falamos no início deste parágrafo, vai ser difícil. Então, leia bem, pense bem e decida!

Fonte: Mega Curioso/Gizmodo Brasil/Tecmundo

Assuntos que também são interessantes para você =D


« Voltar

Comentários