BLOG POST

invenções  |  27 de Abril de 2018



Invenções que nasceram no Brasil

Invenções que nasceram no Brasil – Parte 1

De tanto querer saber, essas cabeças inteligentes que viveram em solo brasileiro acabaram inventando coisas que muita gente — como nós, por exemplo — nem imagina. Mas isso acaba agora. Vamos saber quem são esses inventores e quais são as suas criações. Vamos lá!

Avião

Santos Dumont com seu 14-Bis fez a primeira exibição pública de uma aeronave voando aproximadamente 220 metros de forma autônoma. Isso aconteceu em Paris, no ano de 1906 e a partir dessa data toda a Europa e, por que não dizer, o mundo, se renderam ao nosso pequeno inventor. Os irmãos americanos Wright, também reivindicam essa invenção, mas Dumont saiu na frente por cumprir algumas regras estabelecidas à época.

Rádio

Um padre inventor, Roberto Landell de Moura, fez, entre 1893 e 1894, a primeira transmissão da voz humana sem fio. Isso aconteceu em São Paulo e cobriu uma distância de 8 km. Mas, mesmo assim, não teve apoio do governo da época para prosseguir com seus experimentos e acabou caindo no esquecimento. Enquanto isso, o italiano Guglielmo Marconi, que se dedicava à transmissão de sinais de telegrafia sem fio, acabou ficando com a fama, mesmo tendo feito a sua primeira transmissão depois de Landell.

Radiografia

Abreugrafia. Essa primeira denominação da radiografia tem motivo: seu inventor foi o médico Manuel de Abreu. Ele se dedicou durante anos a pesquisar, até que em 1936 conseguiu por meio de chapas radiografar os pulmões humanos. Foi um avanço tremendo que permitiu, por exemplo, diagnosticar a tuberculose mais rapidamente.

Fotografia

Antoine Hercule Florence. Esse francês que viveu no Brasil, mais precisamente em Campinas, no estado de São Paulo, para muitos é o inventor da fotografia. Em 1833 ele obteve os primeiros resultados dos seus experimentos: uma chapa de vidro tratada quimicamente que capturava a imagem que depois podia ser repassada para o papel. Levando-se em conta que a invenção do daguerreótipo, de Louis Daguerre, considerado um dos pais da fotografia, foi apenas em 1839, podemos afirmar que essa descoberta aconteceu mesmo em terras tupiniquins.

Máquina de escrever

Mais um padre inventor: João Francisco de Azevedo adaptou um piano de 24 teclas que imprimia letras no papel. O padre então confiou sua invenção a um negociante, George Napoleon, que prometeu conseguir fabricantes nos Estados Unidos. Mas isso nunca aconteceu e alguns anos depois um modelo muito parecido foi apresentado pelo americano Christofer Sholes. Logo em seguida, a empresa Remington comprou essa ideia e passou a fabricar “a máquina de escrever” em larga escala.

Outras tantas invenções foram criadas por brasileiros ou mesmo por estrangeiros que escolheram viver aqui. Sorte nossa e do mundo também, que ganhou essas criações tão úteis e importantes. Em breve, voltaremos com mais ideias geniais made in Brasil.

Assuntos que também são interessantes para você =D


« Voltar

Comentários