BLOG POST

Antenas  |   Banda C  |   Banda KU  |   Receptores  |  8 de dezembro de 2016




Aprenda a diferença entre Banda C e Banda KU

As TVs via satélite funcionam com diversos aparatos que garantem a comunicação do aparelho televisor com um satélite espacial emissor de sinais. Esses muitos aparatos compõem o sistema de recepção de sinal para o entretenimento televisivo, entre eles os receptores Elsys.

Dentre os itens estão: o aparelho de TV, a antena parabólica e um receptor Elsys via satélite. Outros itens menores são necessários também, mas fazem parte do pacote. Mas, para que esses equipamentos funcionem corretamente, é preciso que eles conversem com bandas de comunicação específicas, que é o que você aprende agora.

Primeiramente, é importante saber que uma banda é uma faixa de frequência de comunicação por onde são enviadas as informações do satélite para a antena (e, consequentemente, para o receptor via satélite). Os nomes banda e faixa são comuns porque a informação trafega em ondas por entre uma frequência específica, sendo possível diferenciá-las e categorizá-las, identificando funcionamentos diferenciados.

frequencia-bandas

Uma dessas diferenças está na transmissão de sinal através das chamadas Banda C e Banda Ku. Originárias de países diferentes, essas bandas operam de modo parecido, porém oferecem custos e vantagens diferenciados.

A Banda C, por exemplo, é uma faixa de frequência que os satélites utilizam para realizar a comunicação sentido satélite > antena ou antena > satélite. Ela utiliza o espectro de frequência de 3.7 GHz a 6.425 GHz para fins comerciais e funciona para transmissão de dados tanto analógicos quanto digitais.

Sua principal característica está atrelada à grande estabilidade de sinal que permite que as informações continuem trafegando mesmo sob condições climáticas adversas como tempo fechados (nuvens carregadas e chuvas fortes), muita poluição ou até mesmo evaporação de floresta.

No Brasil, o custo da mensalidade dos serviços prestados para esses equipamentos geralmente é mais barato. Ao mesmo tempo, os próprios equipamentos são mais caros, ainda que o investimento seja recuperado através das mensalidades.

No outro lado, a Banda Ku é uma faixa de frequência que também é utilizada na comunicação satélite > antena e antena > satélite. Seu espectro de frequência usado comercialmente, no entanto, está entre 10.7 GHz e 18 GHz e é utilizada tanto pelas emissoras de TV, quanto também por outros serviços como radares e também utilizada especialmente pela polícia.

Os equipamentos envolvidos e diferentes para o receptor via satélite podem ser vistos diretamente pelo aspecto físico. As antenas que recebem o sinal da Banda Ku são menores e feitas com um material muito mais simples, resultando num equipamento mais barato. Esse custo reduzido, no entanto, também interfere na própria qualidade de sinal, sendo comum haver interferência na transmissão por motivos de condições climáticas, por exemplo.

Entre as opções de receptores via satélite para a banda C estão aqueles que vão operar com as chamadas antenas parabólicas grandes. Os modelos vão desde os receptores via satélite analógico, passando pelo digital e também modelos híbridos, que são capazes de utilizar ambas as tecnologias.

Já quem deseja adquirir um receptor via satélite que opere em Banda Ku, vai encontrar na loja da Elsys mais do que o produto, mas a solução completa em forma de kits que acompanham a antena e o receptor já configurado com uma operado de sinal para obter uma rede de canais funcionamento com alta qualidade. Entre as opções estão kits com apenas um ou até com quatro receptores mais a antena compatível com ele.

Assuntos que também são interessantes para você =D


« Voltar

Comentários