BLOG POST

História  |  2 de junho de 2017



A história da TV – Anos 20 e 30

A história da televisão – Anos 20 e 30

Não resta dúvida de que a televisão foi uma revolução de nível mundial. Ela influenciou comportamentos, marcou épocas e hoje é um meio de comunicação relevante, mesmo depois da era da internet. No início, o televisor era um artigo de luxo e a imagem transmitida, de pouca resolução, era cheia de chuviscos. Hoje popularizou-se, a tecnologia evoluiu, o preço baixou e está presente na maioria dos lares.

Assim como diversas outras invenções, a televisão foi fruto do trabalho de muitos pesquisadores no decorrer de anos até estar pronta para transmitir seus sinais. As primeiras transmissões eram experimentais e foram feitas na década de 1920. Testes realizados na Inglaterra, no Japão e nos Estados Unidos, em meados de 1926, simbolizaram o início das transmissões.

Como a televisão foi desenvolvida por várias pessoas e em diferentes países, não existe consenso a respeito da primeira transmissão oficial, mas sabe-se que a empresa AT&T foi uma das pioneiras ao realizar, na cidade de Nova York, uma transmissão à qual poucas pessoas tiveram acesso.

Ainda na década de 20, as primeiras celebridades da TV começaram a surgir e cair no gosto dos telespectadores. Exemplo disso é o Gato Félix, considerado o primeiro personagem de grande repercussão, em 1928.

A história da TV – Anos 20 e 30

Félix era utilizado para regular os aparelhos transmissores, já que suas cores eram preto e branco, perfeitas para o ajuste dos televisores da época. O desenho original do gato foi feito em papel e era transmitido ao longo de duas horas por dia.

Naquela época, as imagens tinham uma resolução muito baixa, aproximadamente 60 linhas – hoje as TVs analógicas têm resolução de cerca de 480 linhas –, mas a partir da primeira transmissão, os avanços tecnológicos não pararam de acontecer.

Década de 30

A década de 1930 serviu para aperfeiçoar o equipamento. E a Segunda Guerra Mundial, pode acreditar, ajudou no desenvolvimento dos aparelhos e das tecnologias de transmissão, pois as pesquisas realizadas na época foram intensas. Esse período marcou o surgimento das grandes emissoras, como a BBC, a CBS e a CGT, que transmitiam programas e eventos esportivos.

A partir daí, os televisores começaram a ser produzidos em larga escala, mas pouca gente tinha acesso a eles, devido a fatores como o alto preço e a pouca aceitação, já que o rádio ainda era o meio de comunicação predominante. E outro motivo bastante relevante é que a tela do televisor raramente ultrapassava cinco polegadas, dificultando a visualização das atrações.

Mas ainda nessa década a resolução das imagens melhorou consideravelmente, dando um salto de 60 para 405 linhas. A Europa e os EUA estavam adiantados em tecnologia e, em 1936, consolidou-se um fato marcante e histórico: a primeira transmissão ao vivo de um evento – a coroação do rei Jorge VI –, vista por mais de 50 mil pessoas em Londres.

Fonte: TecMundo

Related Post


« Voltar

Comentários