BLOG POST

internet  |   Wi-Fi  |  27 de julho de 2018



4-dicas-faceis-pra-melhorar-sua-internet-agora

4 dicas fáceis pra melhorar sua internet agora

Vamos falar um pouco de wi-fi. Em primeiro lugar, faça um teste: veja se sua conexão via cabo é mais rápida que a sem fio (pegue um notebook e faça o teste). Geralmente é, mas o ideal é que essa diferença seja pequena e, se for grande, é muito provável que haja algo errado dentro do seu ambiente, seja casa ou escritório. Para esses casos, nos quais você mesmo pode dar um jeito, listamos aqui quatro dicas essenciais.

1 – Reposicione fisicamente o roteador

Talvez você não saiba, mas a rede wi-fi usa ondas de rádio comuns para transmitir dados da internet. Essas ondas são irradiadas em todas as direções pelo roteador, então qualquer obstáculo no meio do caminho – uma parede ou um móvel, por exemplo – pode reduzir drasticamente a potência do sinal. Os roteadores alcançam em média uma cobertura de 90 metros em condições ideais, como no centro de um campo de futebol, mas dentro de casa esse alcance cai para menos de 30 metros.
Mas nós sabemos que muitas vezes não é possível eliminar tantas barreiras físicas, então o ideal é posicionar o equipamento o mais central possível em relação aos usuários. Outra recomendação é colocá-lo no alto para evitar que ele fique no nível dos móveis. Isso também ajuda a distribuir melhor o sinal, pois as ondas de rádio descem com mais facilidade do que sobem.

2 – Escolha um canal menos congestionado

É comum em prédios com muitos apartamentos haver interferências entre as redes dos vizinhos, pois a maioria dos equipamentos trabalha em canais de frequência na faixa de 2,4 GHz.

Mas existem roteadores que contam com seis a doze canais para transmitir a conexão de internet, então basta selecionar um equipamento que funcione em outra frequência. A rede de 2,4 GHz geralmente está tão congestionada que mesmo o canal mais livre está sujeito a interferências.

Outra alternativa são os roteadores com tecnologia de 5 GHz, que permitem que até 20 redes dividam o mesmo ambiente. Caso a residência tenha mais de um roteador, o ideal é que eles operem em canais diferentes. Fique de olho em outros aparelhos que podem interferir na qualidade do sinal. Telefones sem fio e fornos de micro-ondas, que utilizam faixas de frequência próximas a 2,4 GHz, devem ser mantidos longe do roteador.

3 – Proteja sua rede de intrusos

Você sabe que a velocidade da internet também depende da quantidade de aparelhos conectados. Por isso, é possível que a causa da perda de desempenho em conexão esteja relacionada a outras pessoas que estão se aproveitando da sua rede, sem autorização. Para interromper isso, é importante manter o roteador sempre atualizado e reforçar as configurações de segurança.

Além de evitar senhas fracas, é possível ter mais segurança restringindo o acesso a dispositivos confiáveis e ativando recursos de criptografia e de ocultação do nome da rede. É possível esconder de todos do prédio que você tem uma conexão wi-fi. Essas opções estão disponíveis no software de configuração dos aparelhos, que possibilita, inclusive, que o usuário veja quais dispositivos estão conectados. Ao identificar um dispositivo intruso, o primeiro passo é trocar a senha imediatamente.

4 – Considere instalar outro aparelho

Você fez tudo, mas ainda não conseguiu a conexão ideal: uma opção acessível para resolver é usar um repetidor de sinal. Uma vez posicionado em um lugar onde o sinal de wi-fi não seja muito fraco, o dispositivo vai se conectar à rede e retransmitir para outros ambientes.
Há também novos dispositivos no mercado que utilizam a tecnologia Powerline: conectados ao roteador por meio de um cabo de rede, eles transmitem a conexão de internet por meio da rede elétrica e um dispositivo ligado na tomada do cômodo distante irradia o sinal wi-fi.

Assuntos que também são interessantes para você =D


« Voltar

Comentários